Cidade

Professores se reúnem em ato contra reforma da Previdência na Piedade

Professores da rede estadual de ensino se reúnem, na manhã desta segunda-feira (20), em um ato contra a reforma da Previdência, na Praça da Piedade, em Salvador. O protesto começou por volta das 9h. Os manifestantes devem seguir em caminhada pelo centro da capital baiana. [Leia mais...]

[Professores se reúnem em ato contra reforma da Previdência na Piedade ]
Foto : Divulgação/APLB Sindicato

Por Gabriel Nascimento no dia 20 de Março de 2017 ⋅ 09:28

Professores da rede estadual de ensino se reúnem, na manhã desta segunda-feira (20), em um ato contra a reforma da Previdência, na Praça da Piedade, em Salvador. O protesto começou por volta das 9h. Os manifestantes devem seguir em caminhada pelo centro da capital baiana. A ação integra a agenda da greve nacional, que segue até o dia 24 de março.

Em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, o coordenador-geral da APLB-Sindicato, professor Rui Oliveira questionou a medida do governo do presidente Michel Temer (PMDB). "Uma professora vai aceitar que ela contribua 49 anos? Se essa reforma passar, seus netos, filhos, vão ficar desempregados. As universidades não vão ter demandas e nós professores vamos pagar a conta", afirmou.

"Melhor parar uma semana do que trabalhar 20 anos a mais. Essa reforma só vai pegar pobre e quem ganha pouco. Estamos orientando ficar em greve até sexta-feira. Conseguimos colocar 10 mil professores no Iguatemi. É uma luta de Davi contra Golias. Vamos fazer uma grande manifestação em Guanambi e Bom Jesus da Lapa", acrescentou.

Notícias relacionadas

[Operação dos trens do subúrbio é normalizada ]
Cidade

Operação dos trens do subúrbio é normalizada

Por Juliana Almirante no dia 25 de Abril de 2019 ⋅ 12:47 em Cidade

Sistema operava parcialmente no início da manhã, nas estações Coutos e Paripe, devido ao vazamento em uma tubulação