Cidade

Integrantes do Conselho da Cidade discutem planejamento urbano

Integrantes do Conselho Municipal da Cidade se reuniram nesta quarta-feira (5), na Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec) para aprovar três atas de reuniões anteriores, em que foram decididos os trabalhos desenvolvidos pelo órgão colegiado, além de definir a data em que os representantes das câmaras temáticas passarão a contribuir com o processo de construção do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos). [Leia mais...

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/Sucom

Por Matheus Simoni no dia 05 de Agosto de 2015 ⋅ 20:05

Integrantes do Conselho Municipal da Cidade se reuniram nesta quarta-feira (5), na Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec) para aprovar três atas de reuniões anteriores, em que foram decididos os trabalhos desenvolvidos pelo órgão colegiado, além de definir a data em que os representantes das câmaras temáticas passarão a contribuir com o processo de construção do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos).

Durante a reunião, a sexta realizada neste ano, foi acordado que os integrantes do órgão vão discutir a destinação do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (Fundurbs), dando sugestões sobres quais projetos serão contemplados pelo Fundo. As pautas relacionadas ao PDDU, Louos e Fundurbs serão debatidas em reunião extraordinária, em 14 de agosto. Os outros encontros estão programados para os dias 7 de outubro e 2 de dezembro.

Estiveram presentes representantes dos poderes executivo e municipal, de movimentos sociais e populares, entidades empresariais, sindicais, acadêmicos e de pesquisa, além do presidente do Conselho e secretário de Urbanismo, Silvio Pinheiro. "Nesses encontros, temos a possibilidade de debater assuntos que interessam a toda sociedade, receber sugestões, fazer propostas, e, por meio dessa troca, garantir uma condução democrática na concepção desse processo", destacou Pinheiro.

Notícias relacionadas