Cidade

Obras do Aeroclube estão paradas; senador não investe mais em empreendimento

Uma reportagem do jornal A Tarde, publicada na edição desta terça-feira (11), mostra que as obras de construção do empreendimento Shopping Bosque, que será erguido no lugar do antigo Aeroclube Plaza Show, não têm previsão para começar. Isso acontece após quase dois anos da apresentação oficial do projeto do “novo Aeroclube”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Ana Paula Bispo/Metropress (arquivo)

Por Matheus Morais no dia 11 de Agosto de 2015 ⋅ 09:46

Uma reportagem do jornal A Tarde, publicada na edição desta terça-feira (11), mostra que as obras de construção do empreendimento Shopping Bosque, que será erguido no lugar do antigo Aeroclube Plaza Show, não têm previsão para começar. Isso acontece após quase dois anos da apresentação oficial do projeto do “novo Aeroclube”. Para piorar a situação, segundo a publicação, o equipamento não conta com o alvará de construção emitido.

De acordo com o chefe da Casa Civil do município, Luiz Carrera, o motivo alegado pelo investidor do projeto, o grupo Jereissati, é a crise econômica. Segundo ele, o grupo solicitou "dilatação" do prazo inicial para a conclusão do empreendimento, prevista para 24 meses após o início das obras.

"Não é bem assim, existem dois Jereissatis, Carlos Jereissati, e o senador Tasso Jereissati. O senador ia participar e desistiu, então, há um adendo, não há mais Grupo Jereissati, então não haverá mais investimentos por parte do senador Tasso Jereissati. Os outros empreendedores vão ter que correr atrás de outros investidores”, afirmou Mário Kertész na Rádio Metrópole.

O prazo inicial para o empreendimento ficar pronto era para o início de 2017. O imbróglio deve perdurar ainda mais, mesmo após os anos de abandono do antigo shopping,  demolido em maio do ano passado. "Essa solicitação vai ser avaliada pelo Conselho Gestor de Concessões [da prefeitura]. O grupo alega que, de janeiro para cá, a situação econômica do país mudou muito. Vamos examinar. O prazo quem vai dizer é a prefeitura", disse Carrera ao jornal A Tarde.

Notícias relacionadas