Cidade

"Está sendo pensada uma terceira vertente", diz secretário sobre o carnaval

O secretário de Cultura, Jorge Portugal, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (12), falou sobre o carnaval em Salvador. “O carnaval que me toca, é o carnaval do Pelourinho. O carnaval cultural” [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 12 de Agosto de 2015 ⋅ 12:26

O secretário de Cultura, Jorge Portugal, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (12), falou sobre o carnaval em Salvador. “O carnaval que me toca, é o carnaval do Pelourinho. O carnaval cultural”, afirmou o secretário.

“O tema é o samba, com certeza. O Pelourinho é um cenário deslumbrante, qualquer lugar do mundo que olhar uma fotografia do Pelourinho, saberá que é aqui”, destacou. O secretário comentou ainda sobre os sinais de exaustão do carnaval da capital baiana. “Depois de 30 anos de hegemonia do axé, você tem naturalmente alguns sinais de exaustão de alguns itens. Do ritmo, do repertório. Não na criatividade dos artistas, confio muito na criatividade do baiano. Então, nós estamos pensando em algumas outras formas de abordar esse carnaval, do estado participar, mais do que já participa”, disse.

Questionado sobre os projetos, Portugal brincou: “Eu estou aqui com a língua coçando, mas não posso falar”. “Hoje de tarde tem uma reunião por isso. Precisa sim dar uma oxigenada nesse modelo. O carnaval da Barra, é um tipo de carnaval feito, sei lá, com um viés comercial muito acentuado. Já brinquei esse carnaval. No ano passado já tivemos muitos trios independentes”, ressaltou. “Está sendo pensada uma terceira vertente. Um carnaval cultural. Mas é só isso que eu posso dizer”, completou.

Notícias relacionadas

[Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça ]
Cidade

Áreas nobres de Salvador ficam sem água nesta terça 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 07:20 em Cidade

De acordo com a Embasa, a medida será tomada para a manutenção periódica e lavagem em equipamentos do reservatório que fica no bairro da Federação