Cidade

Mais de R$ 1 milhão serão investidos em encostas no Alto da Terezinha

O governo do estado autorizou, nesta quarta-feira (12), o início das obras de contenção de encostas em 14 pontos do bairro de Alto da Terezinha, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. A ordem de serviço foi assinada pelo governador Rui Costa, que visitou o bairro e conheceu a região que receberá as obras. As intervenções vão custar cerca de R$ 1,2 milhão. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Manu Dias / GOVBA

Por Stephanie Suerdieck no dia 12 de Agosto de 2015 ⋅ 15:25

O governo do estado autorizou, nesta quarta-feira (12), o início das obras de contenção de encostas em 14 pontos do bairro de Alto da Terezinha, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. A ordem de serviço foi assinada pelo governador Rui Costa, que visitou o bairro e conheceu a região que receberá as obras. As intervenções vão custar cerca de R$ 1,2 milhão e tem o objetivo de dar mais tranquilidade e segurança a moradores de áreas classificadas como de risco alto e muito alto de desabamento.

“A obra que autorizei é da encosta, para salvar vidas humanas. Mas eu faço questão de vir porque cada comunidade dessa tem outros problemas, outras necessidades e eu faço questão de conhecer. Posso não ter recursos para resolver tudo, mas nós temos que fazer o projeto organizado. Aqui um gravíssimo problema é o de macrodrenagem, ou seja, aqui as casas foram construídas em cima do canal. Eu diria que algumas casas, eventualmente, precisam sair para gente fazer o escoamento da água e salvar vidas. […] Fiz o compromisso de fazer um projeto, ver quanto custa, para gente voltar aqui e melhorar a condição de vida das pessoas. E quem tiver que sair, nós vamos levar para o Minha Casa Minha Vida”, afirmou Rui Costa durante visita à localidade.

As obras já autorizadas, que são de responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), incluem, além de contenção e estabilização das encostas, melhorias da infraestrutura do entorno, ações de urbanização e acessibilidade, como a construção de mais de 650 metros de calçadas e instalação de valetas e canaletas.

Notícias relacionadas