Cidade

Mais Família, Menos Drogas: campanha exibe filme para moradores do Calabar

Crianças e adolescentes compareceram à área externa da Base Comunitária de Segurança (BCS) Calabar, na noite da última quinta-feira (13), na capital baiana, para assistir ao filme ‘Um Sonho Impossível’. Por meio de um telão acoplado a um caminhão, cerca de 250 moradores dos bairros do Calabar e Alto das Pombas estiveram presentes [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Secom

Por Gabriel Nascimento no dia 14 de Agosto de 2015 ⋅ 10:45

Crianças e adolescentes compareceram à área externa da Base Comunitária de Segurança (BCS) Calabar, na noite da última quinta-feira (13), na capital baiana, para assistir ao filme ‘Um Sonho Impossível’. Por meio de um telão acoplado a um caminhão, cerca de 250 moradores dos bairros do Calabar e Alto das Pombas estiveram presentes na ação que faz parte da campanha Mais Família, Menos Drogas do governo do estado.

De acordo com o secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Barbosa, a intenção do governo é levar o projeto para outras bases e proporcionar ao público local o contato com a sétima arte. “Esta é mais uma ação no contexto de chamar a família para ajudar nessa causa de trazer e aperfeiçoar o olhar sobre os jovens, crianças e adolescentes, tirando-as do possível assédio do tráfico, conscientizando dos efeitos do uso das drogas, do convívio com pessoas que praticam a atividade criminosa. Temos falado muito do trabalho da família, das instituições religiosas, do esporte, do lazer e da cultura neste aspecto preventivo”, destacou.

O comandante geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, que também prestigiou o evento, disse que a campanha reforça as ações de policiamento comunitário. “O filme leva a uma reflexão sobre o sonho da vida, sobre a maneira que ele deve atuar em relação às dificuldades que ele encontra é de bastante valia. É a corrente do bem sendo reproduzida através da arte e, em uma comunidade, como o Calabar [proporcionar isso] é motivo de muita alegria e satisfação”, afirmou. 

Notícias relacionadas