Cidade

Luiz Felipe Pondé e Manno Góes detonam o politicamente correto

O escritor e filósofo Luiz Felipe Pondé ganhou um aliado na crítica contra o "politicamente correto". Durante o Entre Páginas Especial desta segunda-feira (17), ele e e o cantor e compositor Manno Góes falaram sobre essa tendência social. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 17 de Agosto de 2015 ⋅ 18:00

O escritor e filósofo Luiz Felipe Pondé ganhou um aliado na crítica contra o "politicamente correto". Durante o Entre Páginas Especial desta segunda-feira (17), ele e e o cantor e compositor Manno Góes falaram sobre essa tendência social. Manno lembrou de uma ocasião quando uma torta era vendida com o nome pretinha e virou "pequena torta afrodescendente". Pondé falou sobre o envolvimento da questão econômica.

"O processo de abertura da sociedade ocidental para grupos que estavam à revelia, como gays e negros, envolveu a questão econômica. Quando descobriram que o movimento dos gays nos Estados Unidos era um nicho de mercado para eles, ficaram loucos", disse Pondé.

"O casamento só dá pau quando se fala de patrimônio. Uma das mentiras do politicamente correto é a ideia de que as pessoas devem ser iguais. Isso não passa pela destruição sistemática da sensibilidade e do pensamento. Uma das tentativas do politicamente correto diz que se você não concorda, você é racista ou preconceituoso. O politicamente correto quer capitalizar um processo que ele fez. Mas o que levou isso a acontecer foi o enriquecimento da sociedade", afirmou o escritor.

Notícias relacionadas