Cidade

Após ficar de fora de desfile, Guarda Municipal nega que má fama tenha influenciado na decisão

Após a Guarda Municipal ter ficado de fora do desfile do Sete de Setembro, realizado nesta quinta-feira (7), o diretor da Guarda Municipal, Maurício Lima, ao ser procurado pelo Metro1, negou que a má fama e os escândalos envolvendo a Guarda tenham influenciado na exclusão do grupo no desfile.[Leia mais...]

[Após ficar de fora de desfile, Guarda Municipal nega que má fama tenha influenciado na decisão]
Foto : Secom/ Governo da Bahia

Por Paloma Morais e Bárbara Silveira no dia 07 de Setembro de 2017 ⋅ 12:29

Após a Guarda Municipal ter ficado de fora do desfile do Sete de Setembro, realizado nesta quinta-feira (7), o diretor da Guarda Municipal, Maurício Lima, ao ser procurado pelo Metro1, negou que a má fama e os escândalos envolvendo a Guarda tenham influenciado na exclusão do grupo no desfile.

“Não tem problema nenhum. A Guarda está estável, a gente tem feito um trabalho bem intenso na Guarda, tem trabalhando muito. A Guarda está aí há 14 meses com mais de 8 mil atendimentos , funcionando muito, sendo útil para todos os serviços públicos da prefeitura, dando maior segurança ao cidadão, sendo mais reconhecido a cada dia pela sociedade. Não tem nenhuma instabilidade, a Guarda está muito bem e vai seguir assim”, afirmou.

O diretor explicou que a Guarda ficou de fora para reforçar a segurança nos entornos da festa. "A gente tinha duas opções no dia de hoje. Uma era de desfilar com grande efetivo e a gente foi muito requisitado para fazer as operações no entorno, junto com a Transalvador, a segurança toda do entorno na praça do Campo Grande e todo o entorno da festa. Então, ou a gente ia fazer um desfile desfalcado ou um entorno operacional desfalcado, então a gente deu prioridade a fazer uma composição de toda operação de suporte bem feita", disse.

Questionado se a Guarda não poderia dividir o efetivo e estar presente na segurança e no desfile, assim como a Polícia Militar, ele respondeu que a quantidade de PMs é "trinta vezes maior que da Guarda". "Esse número pequeno de guardas a gente não consegue fazer as duas coisas ao mesmo tempo”, pontuou. É válido lembrar que o efetivo da Guarda Municipal de Salvador conta com mais de mil e duzentos homens.

Notícias relacionadas