Cidade

Seis integrantes da Bamor são indiciados por tentativa de homicídio contra membro da torcida Imbatíveis

Membros da torcida organizada Bamor foram indiciados por tentativa de homicídio pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e encaminhados para audiência de custódia, na manhã desta segunda-feira (11). O grupo foi acusado de atirar contra um rapaz que estava com a camisa da organizada Imbatíveis, horas antes do jogo Vitória x Fluminense, na Avenida Gal Costa, no último domingo (10).[Leia mais...]

[Seis integrantes da Bamor são indiciados por tentativa de homicídio contra membro da torcida Imbatíveis]
Foto : Divulgação/SSP

Por Matheus Simoni no dia 11 de Setembro de 2017 ⋅ 14:11

Membros da torcida organizada Bamor foram indiciados por tentativa de homicídio pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e encaminhados para audiência de custódia, na manhã desta segunda-feira (11). O grupo foi acusado de atirar contra um rapaz que estava com a camisa da organizada Imbatíveis, horas antes do jogo Vitória x Fluminense, na Avenida Gal Costa, no último domingo (10). O presidente da organizada do Bahia, Luciano da Silva Venâncio, foi ouvido e liberado ainda no final de semana. Foram detidos César Bloise Barbosa, Daniel Cruz Alves Júnior, Danilo Barbosa Souza, Edílson da Silva Venâncio, Thiago Rabelo Oliveira e Diego Santos Novaes.

PMs do Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe) foram os primeiros a chegar ao local do atentado e, diante das informações de que os autores seriam da Bamor, foram até a sede da organizada, nos Barris, onde encontraram os suspeitos e apreenderam um revólver calibre 38. Os suspeitos, a arma e o projétil retirado do braço da vítima foram submetidos a perícia, no Departamento de Polícia Técnica.

“O objetivo é esclarecer quem foi o autor do disparo e se o revólver apreendido foi utilizado na ação criminosa. Algumas testemunhas nos disseram quem atirou, mas aguardaremos a conclusão dos laudos”, explicou a delegada Patrícia Brito.

\"Nos dias de jogos sempre nos preocupamos e alertamos as equipes para as avenidas no entorno das arenas. Logo que o fato chegou ao nosso conhecimento demos início às buscas\", contou o comandante do Bepe, tenente-coronel Saulo Roberto da Costa Santos. O oficial lamentou que ainda exista intolerância e violência no esporte.

Notícias relacionadas

[Prefeitura disponibiliza sistema cartográfico de Salvador]
Cidade

Prefeitura disponibiliza sistema cartográfico de Salvador

Por Daniel Brito no dia 15 de Janeiro de 2019 ⋅ 20:00 em Cidade

Através da plataforma, é possível visualizar toda a cidade em alta qualidade, ver o mapa geográfico com e sem as vegetações e edificações, além de fazer pesquisa sobre ru...