Cidade

ʹCircuito da Barra virou mercado de carneʹ, diz Netinho sobre Carnaval

O cantor Netinho foi entrevistado por Chico Kertész, durante o jornal da Cidade 2ª Edição, na Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (29) e falou sobre os problemas dos circuitos de Carnaval de Salvador. O artista destacou que o poder público é um dos principais vetores para definição do sucesso ou não dos blocos nos circuitos. [Leia mais...]

[ʹCircuito da Barra virou mercado de carneʹ, diz Netinho sobre Carnaval]
Foto : Angelo Pontes/Agecom

Por Matheus Simoni no dia 29 de Setembro de 2017 ⋅ 17:42

O cantor Netinho foi entrevistado por Chico Kertész, durante o jornal da Cidade 2ª Edição, na Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (29) e falou sobre os problemas dos circuitos de Carnaval de Salvador. O artista destacou que o poder público é um dos principais vetores para definição do sucesso ou não dos blocos nos circuitos.

"Meu amor por Salvador é imenso, mas não depende só do artista. Eu tive a ideia de retomar um bloco na Avenida Sete porque minha carreira inteira foi feita na Avenida Sete. Eu tenho uma cumplicidade com aquele circuito, não no circuito da moda que é a Barra. A Barra virou um mercado de carne, não tem mais aquela energia", disse o cantor. 

Ele ressaltou que há a necessidade de se buscar segurança para os foliões nos circuitos. "A corda de bloco não separa ninguém. Só separa financeiramente. Não é uma questão de música ou de dono, é uma questão de política. Quem tem interesse de tirar as cordas de bloco é quem tem interesse no carnaval. Não tenho rabo preso com ninguém, nao devo nada a ninguém", declarou Netinho.

Notícias relacionadas