Cidade

Queixas presenciais na Sucom são transferidas para as Prefeituras-Bairro

A partir da quarta-feira (26), a população de Salvador não poderá recorrer à Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) para os serviços de denúncias e reclamações presenciais. Os serviços agora passam a ser de responsabilidade das sete Prefeituras-Bairro de Salvador. Conforme a Prefeitura, a mudança visa à racionalização dos processos e maior disponibilização dos serviços para os moradores. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Agecom

Por Bárbara Gomes no dia 25 de Agosto de 2015 ⋅ 14:06

A partir da quarta-feira (26), a população de Salvador não poderá recorrer à Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) para os serviços de denúncias e reclamações presenciais. Os serviços agora passam a ser de responsabilidade das sete Prefeituras-Bairro de Salvador. Conforme a Prefeitura, a mudança visa à racionalização dos processos e maior disponibilização dos serviços para os moradores.
 
A ouvidoria da Sucom também passará a ter entrada única, por meio do Fala Salvador (156). O secretario da pasta, Silvio Pinheiro, disse que a intenção da mudança é facilitar a vida da população.  “As pessoas agora contam com sete pontos (Prefeituras-Bairro), em vez de um, mais perto de suas casas. Com a mudança, elas não mais precisarão se deslocar até a Avenida ACM, onde fica a sede da Sucom", afirmou o secretário.
 
O órgão destacou que  o Alô Sucom (3202-9600) e o Disk Poluição Sonora (3202-9660), vão continuar funcionando. As sete Prefeituras-Bairro em funcionamento são: Centro/Brotas, Subúrbio/Ilhas, Cabula/Tancredo Neves, Itapuã, Cidade Baixa, Pau da Lima e Cajazeiras.?

Notícias relacionadas