Cidade

Pelourinho: escritor denuncia ação abusiva e roubo em área da Zona Azul

O escritor baiano Hugo Porto denunciou em rede social na última segunda-feira (24), a falta de segurança no Centro Histórico de Salvador, durante o evento A Feira da Cidade, no domingo (23). Hugo foi abordado por um agente da Zona Azul que cobrou além do valor de R$ 10,00 da cartela, mais outra quantia no mesmo valor para flanelinhas da região. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Facebook

Por Bárbara Gomes no dia 25 de Agosto de 2015 ⋅ 15:04

O escritor baiano Hugo Porto denunciou em rede social na última segunda-feira (24), a falta de segurança no Centro Histórico de Salvador, durante o evento A Feira da Cidade, no domingo (23). Segundo Hugo, ele foi abordado por um guardador de carros que atuava na Zona Azul da área, que cobrou o valor de R$ 10,00 da cartela, além de outra quantia. O escritor negou a "taxa" extra, pagando apenas a cartela.

Na saída do evento, o escritor conta que ele e alguns amigos foram cercados por cerca de 10 homens que levaram os celulares, as bolsas e carteiras de todos.  Ainda segundo Hugo, ele acredita que o assalto tenha envolvimento com os flanelinhas, pois no momento em que pagou somente a cartela de estacionamento, o agente da Zona Azul o advertiu que naquele local o trabalho entre guardador e Zona Azul era em conjunto. O assalto foi registrado na Delegacia do Turista (Deltur) do Pelourinho.

Notícias relacionadas