Cidade

Servidores mantêm greve e TJBA decreta corte no ponto dos trabalhadores

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Eserval Rocha, decretou, na última terça-feira (25), o corte nos pontos dos servidores do Poder Judiciário, em greve desde o dia 30 de julho. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação / Sinpojud

Por Gabriel Nascimento no dia 26 de Agosto de 2015 ⋅ 07:10

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Eserval Rocha, decretou, na última terça-feira (25), o corte nos pontos dos servidores do Poder Judiciário, em greve desde o dia 30 de julho. Eles informam que mantêm o movimento até que o projeto de lei sobre o reajuste seja votado na Assembleia Legislativa da Bahia e que o Tribunal negocie os outros pontos de de reivindicação. A votação da última terça-feira (25) foi suspensa.

Através de nota, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud), informou que a decisão pegou a categoria "de surpresa", mas que já tinha entrado com mandado de segurança preventivo, baseado numa decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), "que considera que o salário do trabalhador não pode sofrer desconto". No comunicado direcionado aos servidores, o sindicato orienta que a folha de pagamento seja assinado em paralelo "para que haja defesa por parte do jurídico".

Notícias relacionadas