Cidade

Ufba: estudantes impedem entrada de colegas e professores

Os portões foram trancados a fim de que professores e alunos que não apoiam a greve, não tenham acesso às salas de aula

[Imagem not found]
Foto : Divulgação / DCE Ufba

Por Milene Rios no dia 03 de Junho de 2015 ⋅ 12:17

Depois dos servidores e professores, foi a vez dos estudantes da Ufba decretarem greve na Universidade. Na manhã desta quarta-feira (03) quem tentou acessar as dependências do PAF1, em Ondina, encontrou os portões trancados. As correntes foram colocadas pelos próprios estudantes, em protesto aos últimos acontecimentos na instituição. 

“Em duas semanas houve três assaltos nas dependências do campus de Ondina. E ainda tudo que estamos passando. O restaurante universitário é o pior de todas as universidades federais do país. Tem um número insuficiente de fichas e ainda vende salgados as preços altíssimos. Os professores estão em greve, os servidores também, então nós alunos também decidimos aderir”, disse o estudante de química, membro do Conselho Diretor Acadêmico de Química e do Conselho Acadêmico de Greve, Fabiano Nunes.

Segundo o estudante, os portões foram trancados a fim de que professores e alunos que não apoiam a greve, não tenham acesso às salas de aula. “Fizemos isso por causa daqueles que por vontades individuais,  não apoiam o coletivo. Queremos mais segurança”, ponderou o estudante. 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Estamos lascados (lá nele!)]
Cidade

Estamos lascados (lá nele!)

Por Jolivaldo Freitas no dia 22 de Julho de 2018 ⋅ 12:45 em Cidade

Este ano começou em 16 de fevereiro de 2018 e vai até 4 de fevereiro de 2019, quando dará lugar ao Ano do Porco de 2019. Se atente. Leia o artigo

[Preço do aluguel tem redução em Salvador; confira ]
Cidade

Preço do aluguel tem redução em Salvador; confira

Por Gabriel Nascimento no dia 22 de Julho de 2018 ⋅ 11:00 em Cidade

Residenciais com dois quartos são os que mais registraram diminuição. Em relação a junho de 2017, o preço teve queda de 2,25% no mesmo mês deste ano