Cidade

Guardadores de veículos pedem apoio a CMS por regulamentação da profissão

Para o presidente do sindicato, a implantação da cartela digital contribuiu para melhorar o serviço, apesar de que os trabalhadores temiam a perda de espaço

[Guardadores de veículos pedem apoio a CMS por regulamentação da profissão]
Foto : Divulgação

Por Clara Rellstab no dia 12 de Fevereiro de 2019 ⋅ 06:35

O presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Junior (SD), se reuniu, na de ontem (11), com o presidente do Sindicato dos Guardadores de Veículos Automotores do Estado da Bahia (Sindguarda), Melquisedeque de Souza, para tratarem de melhorias aos profissionais autônomos. 

De acordo com o presidente é preciso dar melhores condições de trabalho aos guardadores, já que cuidam de um bem pessoal. “Os guardadores estão ali para proteger um bem pessoal, para garantir também a segurança dos nossos veículos”, disse Geraldo.

No Brasil, a lei nº 6.242 de 23 de setembro de 1975 regulamentou o exercício da profissão de guardador e lavador de veículos, dispondo em seu art. 1º que, “o exercício da profissão de guardador e lavador autônomo de veículos automotores, em todo o território nacional, depende de registro na Delegacia Regional do Trabalho Competente”.

Para o presidente do sindicato, a implantação da cartela digital contribuiu para melhorar o serviço, apesar de que os trabalhadores temiam a perda de espaço. “"Não temos como fugir da tecnologia. O que nós temos que fazer, na verdade, é nos adequar”, afirmou.

Notícias relacionadas