Cidade

Salvador registra resgate de 162 serpentes em 2019

Segundo a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), o período chuvoso influencia no aparecimento dos animais em ambiente urbano

[Salvador registra resgate de 162 serpentes em 2019]
Foto : Divulgação / COPPA

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Julho de 2019 ⋅ 13:40

Pelo menos 162 serpentes foram resgatadas entre janeiro e junho deste ano em Salvador, segundo informações da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), da Polícia Militar.

Os bairros com maior índice de aparecimento de animais são Pituba, Itapuã e Cajazeiras, além de localidades próximas à Avenida Paralela e à cidade de Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana de Salvador. Apesar do grande número de casos, não há registro de ataques.

Ao G1, o tenente Tiago Portela afirmou que a temporada de chuva propicia o aparecimento desses animais em vias urbanas.

"De maio para cá, dobrou o número de ocorrências, principalmente com serpentes. No momento em que acontecem as chuvas, o habitat natural delas acaba tendo a temperatura bem reduzida, e o animal acaba buscando locais com temperaturas mais amenas, para pode aquecer o corpo, ter uma situação de conforto térmico”, disse.

Além das serpentes, outros 454 animais silvestres foram resgatados na capital baiana nos últimos seis meses. A Coppa recomenda que as pessoas sempre procurem ajuda de profissionais e não mexam nos animais.

No caso de pessoas feridas, deve-se buscar ajuda médica, que está disponível em qualquer posto de saúde da cidade. Também se pode buscar ajuda para resgaste através dos números 190 ou (71) 3116-9151.

Relembre alguns casos:

Cobra é encontrada por moradores na Praia do Flamengo; Assista

Jiboia é resgatada em situação de risco na BR-324, em Simões Filho

Motorista flagra jiboia perto do Salvador Shopping; Assista

Guarda Municipal resgata jiboia de dois metros em Cosme de Farias

Notícias relacionadas