Cidade

'Minimizar as diferenças econômicas e sociais', diz secretário sobre proposta de regularização fundiária

Na última segunda-feira (9), o secretário foi à Câmara de Vereadores para apresentar a proposta

['Minimizar as diferenças econômicas e sociais', diz secretário sobre proposta de regularização fundiária]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Kamille Martinho no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 19:01

O Secretario Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Sergio Guanabara, comentou hoje (11), durante entrevista à Rádio Metrópole, que a proposta de regularização fundiária tem como propósito minimizar as diferenças econômicas e sociais da capital baiana. 

Na última segunda-feira (9), o secretário foi à Câmara de Vereadores para apresentar a proposta, que prevê a regularização a propriedade de imoveis, residenciais ou comerciais, de forma integral ou em parte, com o objetivo de restabelecer a dignidade através da regularização da propriedade e dar condições de economia e uso legal dos imoveis.

"Não só restabelecer a dignidade de mais da metade da população de Salvador, é muito mais abrangente porque o direito de moradia, que deve ser garantido pelo estado, não acontece. As pessoas se dizem proprietárias [do imóvel] mas não é um direito real, e isso as deprime muito", defendeu.

Notícias relacionadas