Cidade

Após tumulto na Unime, Polícia é chamada para conter assalto; era uma encenação

Uma história no mínimo curiosa aconteceu nesta terça-feira (9), na faculdade Unime, na Av. Luiz Viana Filho, a Paralela. No início da manhã, a Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel) recebeu um chamado informando que havia um assalto na instituição. Viaturas da 82ª Companhia Independente de Polícia Militar e das Rondas Especiais (Rondesp) logo se dirigiram para o local, por conta da gravidade da ocorrência. Quando chegaram lá, os policiais se surpreenderam: tudo não passava de uma encenação. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Darío Guimarães Neto/Metropress (Ilustrativa)

Por Felipe Paranhos no dia 09 de Junho de 2015 ⋅ 10:10

Uma história no mínimo curiosa aconteceu nesta terça-feira (9), na faculdade Unime, na Av. Luiz Viana Filho, a Paralela. No início da manhã, a Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel) recebeu um chamado informando que havia um assalto na instituição. Viaturas da 82ª Companhia Independente de Polícia Militar e das Rondas Especiais (Rondesp) logo se dirigiram para o local, por conta da gravidade da ocorrência. Quando chegaram lá, os policiais se surpreenderam: tudo não passava de uma encenação.

Segundo a Centel, "constatou-se uma 'brincadeira' de alunos que estariam encapuzados simulando uma situação de assalto". Uma vez que os estudantes da faculdade não sabiam da encenação, criou-se um grande tumulto e a Polícia foi chamada. 

"A Polícia Militar lamenta o fato por se tratar de uma brincadeira que envolveu a mobilização de guarnições e ressalta que providências cabíveis serão tomadas em relação à responsabilidade da Faculdade", declarou a PM em nota enviada ao Metro1.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Embarcação pega fogo no mar da Ribeira em Salvador]
Cidade

Embarcação pega fogo no mar da Ribeira em Salvador

Por Metro1 no dia 15 de Julho de 2018 ⋅ 09:30 em Cidade

Testemunhas relataram que a embarcação estava atracada no Saveiro Clube, localizado na Avenida Portos dos Mastros. A Marinha também auxiliou a ação