Cidade

PopTrans: “Escola e família são muito preconceituosas”, diz professor

O professor de Medicina e pesquisador do Poptrans, projeto de pesquisa que busca compreender. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 10 de Junho de 2015 ⋅ 19:21

O professor de Medicina e pesquisador do Poptrans, projeto de pesquisa que busca compreender como vive a população travesti e transexual de Salvador e como cuidam da saúde afirmou em entrevista à Rádio Metrópole, na noite desta quarta-feira (10), que os travestis e transexuais sofrem mais preconceito na escola e na família.

“A escola e a família são preconceituosas demais. Os professores precisam ter cuidado com a atitude na escola. Nem todo menino que brinca de boneca será gay, nem toda menina que joga bola será gay. Quanto mais a gente se amarra a conceitos, pior”, opinou.

Notícias relacionadas