Cidade

Líder dos rodoviários diz que empresários "empurram categoria para greve"

[Imagem not found]
Foto : Matheus Morais/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 14 de Maio de 2015 ⋅ 15:11

O presidente do Sindicato dos Rodoviários de Salvador, Hélio Ferreira, informou, em entrevista ao Metro1, que as empresas de ônibus ainda não ofereceram uma alternativa para a categoria, que pede aumento salarial de 20% e tíquete alimentação de R$ 20. "O rodoviário quer um bom acordo. Para isso, não pode só os rodoviários estarem flexibilizando e os empresários dizendo não. (Não ofereceram) nenhum tipo de contraproposta. Os empresários estão empurrando a categoria para a greve", disse o sindicalista, antes do segundo turno da assembleia dos trabalhadores, no Ginásio dos Aflitos.

Os rodoviários já aprovaram, na manhã desta quinta-feira (14), uma paralisação de 15h às 17h e greve para a próxima quarta (20). De acordo com Hélio, os donos das empresas não estão dispostos a um acréscimo razoável para os motoristas e cobradores de ônibus. "Eles querem até propor (reajuste) abaixo da inflação. Mas só salário não interessa para a categoria", defende.

 

Comentarios

Notícias relacionadas