Cidade

Mulher tem 35% do corpo queimado após ataque com soda cáustica em Camaçari

Vera Lúcia da Paixão, de 38 anos, ficou gravemente ferida após ser atacada por uma colega de trabalho com soda cáustica na última quinta-feira (11). De acordo com informações da26ª Delegacia Territorial (DT/Vila de Abrantes) [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Correio*

Por Bárbara Silveira no dia 12 de Junho de 2015 ⋅ 10:50

Vera Lúcia da Paixão, de 38 anos, ficou gravemente ferida após ser atacada por uma colega de trabalho com soda cáustica na última quinta-feira (11). De acordo com informações da  26ª Delegacia Territorial (DT/Vila de Abrantes), a vítima, que é funcionária do complexo hoteleiro Iberostar da Praia do Forte, voltava para casa no ônibus da empresa quando Adriana Gonçalves Mota, de 33 anos, despejou um vidro de soda cáustica em sua cabeça.

"Ao perceber que a vítima dormia no ônibus, ela se aproveitou do momento e jogou um pote cheio de soda cáustica na cabeça da mulher (...) Ela ficou muito ferida e corre risco de morrer”, disse a delegada Maria Danielle Sousa Monteiro ao Correio*

De acordo com a delegada, outras quatro pessoas que estavam próximas a vítima foram atingidas. O motivo do ataque, segundo Monteiro, seria uma briga por motivo banal.  "Elas se desentenderam há uns 15 dias, e a suspeita ficou com raiva e resolveu se vingar", relatou a publicação.


Vera Lúcia da Paixão segue internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), ela teve 35% do corpo queimado e o produto atingiu o  rosto, pescoço, tórax, braços e costas. Os outros feridos foram encaminhados ao hospital, mas já foram liberados. Adriana foi presa em flagrante pela 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), e conduzida para a 26ª Delegacia.

 

Notícias relacionadas