Cultura

Guerreiro comemora volta ao teatro com comédia musical: \'Só nos resta o deboche\'

O premiado diretor e atual presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro, está de volta ao teatro. [Leia mais...]

[ Guerreiro comemora volta ao teatro com comédia musical: \'Só nos resta o deboche\']
Foto : Divulgação

Por Matheus Morais no dia 03 de Maio de 2017 ⋅ 11:30

O premiado diretor e atual presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro, está de volta ao teatro. Para celebrar o retorno - tão pedido por fãs e colegas - ele resolveu encenar o espetáculo 'De Um Tudo – Recital Cômico-Musical de Baianês”, que é livremente inspirado no livro “Dicionário de Baianês”, de Nivaldo Lariú, cuja primeira edição foi lançada em 1992 e já virou um clássico entre os baianos.

Na comédia musical, com texto de Alan Miranda e Daniel Arcades, o diretor promete discutir assuntos como Carnaval, preguiça, sincretismo religioso, superstição e sexualidade, tudo com a pitada apimentada do bom baianês. 'Essa história começou há um tempo atrás, porque eu sempre tive com Nivaldo uma proximidade e tive a ideia de fazer alguma coisa com esse dicionário, uma brincadeira. Então, o espetáculo questiona todos os dogmas de baianidade. É uma grande brincadeira com aquilo que dizem que baiano faz, todos os chavões de baianidade, se a Bahia é gay ou não', contou em entrevista ao Metro1, na manhã desta quarta-feira (3).

Guerreiro conta ainda que o personagem do cantor e compositor Gerônimo Santana será o fio condutor da história. 'Gerônimo conhece tudo dessa malandragem baiana. O espetáculo só tem música dele e se passa num barraca de lavagem. Toda trilha sonora é dele e ele compôs em tempo recorde', disse.

Além de Gerônimo, o elenco da peça é formado por Alexandre Moreira, Denise Correia, Diogo Lopes Filho, Yacoce Simões, José Carlos Júnior e a cantora Ana Mametto. 'Minha expectativa é excelente, porque trazemos de volta a comédia, que anda meio sumida dos palcos. Mas, é importante colocar que todos as coisas são questionadas, esse é o grande diferencial. Com tudo isso que estamos vivendo no Brasil, só nos resta o deboche', comentou Guerreiro.

“De Um Tudo” estreia no dia 10 (quarta-feira), no Espaço Caixa Cultural (Carlos Gomes), às 20h. A peça segue com apresentações sempre às quartas (17, 24 e 31), no mesmo horário. Haverá ainda uma sessão extra no dia 30 (terça-feira). Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (meia).

Notícias relacionadas