Cultura

Netinho nega que exista renovação no axé e avalia: "O Axé morreu, faleceu"

Para Netinho, o Axé Music não tem novos representantes e por isso o movimento musical "morreu". Em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (29), o cantor avaliou que novos artistas que surgem em Salvador pertencem a outros ritmos como o pagode, por exemplo. [Leia mais...]

[Netinho nega que exista renovação no axé e avalia:
Foto : Matheus Simoni/ Metropress

Por Luiza Leão no dia 29 de Setembro de 2017 ⋅ 17:58

Para Netinho, o Axé Music não tem novos representantes e, por isso, o movimento musical "morreu". Em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (29), o cantor avaliou que novos artistas que surgem em Salvador pertencem a outros ritmos como o pagode, por exemplo.

"Nome de um novo representante eu não tenho. O axé como um movimento musical, as pessoas não se reúnem para discutir, ninguém nunca se reuniu, a verdade tem que ser dita. Esses dias eu falei com Gerônimo: ʹsempre foi assim?ʹ. Ele disse ʹsempre foiʹ.Na minha cabeça o axé moreu, faleceu. Fora da Bahia só toca se for especial. Há muitos anos não se toca axé", avaliou o artista.

Pontuando que não é renovação, o cantor citou outros artistas. "Léo santana nunca foi axé, eu diferencio pagode de axé. Quando o Gera Samba surgiu, o pessoal falou, ʹpoxa, o axé tá crescendoʹ. E eu falei: ʹnão é axé. É pagode da Bahia", acrescentou.

Notícias relacionadas

[Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos]
Cultura

Marciano, cantor sertanejo, morre aos 67 anos

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:20 em Cultura

O cantor, que nos últimos anos usava o título de “O Inimitável”, iniciou a carreira na década de 1970 ao lado de João Mineiro