Cultura

João Jorge reclama de exclusão do Olodum do Festival de Verão: ‘Não tocamos por ser reggae’

Ele, que também é advogado, afirmou que tem “12 ou 13 anos que o Carnaval de Salvador não dá lucro”

[João Jorge reclama de exclusão do Olodum do Festival de Verão: ‘Não tocamos por ser reggae’]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Alexandre Galvão / Matheus Simoni no dia 22 de Novembro de 2018 ⋅ 18:13

Presidente do bloco Olodum, João Jorge criticou a organização de grandes festivais na Bahia. De acordo com ele, o grupo não é chamado para tocar em palcos ou por ser classificada como de reggae ou por dizerem que a banda não toca o ritmo jamaicano.

“Participamos de mais de 70 festivais de reggae ao redor do mundo, mas não tocamos na República do Reggae, aqui em Salvador, por eles dizerem que não somos Reggae. Aí a gente não toca no Festival de Verão por ser Reggae. Somos a principal banda da Bahia no mundo”, lembrou, em entrevista à Rádio Metrópole na noite de hoje (22). 

Jorge, que também é advogado, afirmou que tem “12 ou 13 anos que o Carnaval de Salvador não dá lucro”. “Os artistas chegam lá fora e dizem, ‘vou tocar, mas não quero que o Olodum toque’, ‘vou tocar, mas não quero que o Ilê toque’”, relatou. 

Para ele, o modelo atual de financiamento da Folia de Momo na capital baiana prejudicou os blocos. “A cervejaria coloca o dinheiro todo na cidade e não coloca nos blocos. Ou a cidade destina 20, 30% para 'repatrocinar' ou está subtraindo essa possibilidade dos blocos”, analisou.

Notícias relacionadas

['Rebanho' da mostra CowParade ocupa as ruas de Salvador]
Cultura

'Rebanho' da mostra CowParade ocupa as ruas de Salvador

Por Juliana Rodrigues no dia 09 de Outubro de 2019 ⋅ 14:48 em Cultura

Sessenta esculturas de vacas em tamanho real, feitas em fibra de vidro, ganharam cores e texturas e foram distribuídas por diversos pontos da cidade