Economia

Após oito meses no vermelho, contas do governo registram saldo positivo

As contas do governo, formadas pela União, Previdência Social e pelo Banco Central, registraram superávit primário, a economia para pagar juros da dívida pública, no mês passado, depois de ficar oito meses no vermelho. De acordo com números divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta quinta-feira (25), o saldo positivo em janeiro foi de R$ 14,83 bilhões. [Leia mais...]

[Após oito meses no vermelho, contas do governo registram saldo positivo]
Foto : Reprodução

Por Jessica Galvão no dia 25 de Fevereiro de 2016 ⋅ 15:25

As contas do governo, formadas pela União, Previdência Social e pelo Banco Central, registraram superávit primário, a economia para pagar juros da dívida pública, no mês passado, depois de ficar oito meses no vermelho. De acordo com números divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta quinta-feira (25), o saldo positivo em janeiro foi de R$ 14,83 bilhões.

Nos últimos oito meses, foi registrado déficit primário, ou seja, despesas maiores do que receitas, sem contar os juros da dívida pública. Desde abril de 2015 que as contas do governo não tinham superávit fiscal. O resultado de janeiro chegou a ser o melhor, comparado com outros meses de janeiro desde 2013, quando contabilizado um superávit de R$ 26,28 bilhões.

Notícias relacionadas

[Guedes acena com tributação de juros sobre capital próprio]
Economia

Guedes acena com tributação de juros sobre capital próprio

Por Clara Rellstab no dia 23 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:28 em Economia

O ministro também foi contundente sobre a reforma da Previdência Social, e afirmou a investidores em Davos que ela será aprovada, com período transitório de capitalização

[Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe]
Economia

Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Economia

Em 2018, o Índice de Locação Residencial acumulou alta de 2,33% – abaixo da inflação do período, de 3,75%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, calculado...

[Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018]
Economia

Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Janeiro de 2019 ⋅ 22:00 em Economia

Cerca de 62,6 milhões de brasileiros fecharam o ano com alguma conta em atraso e restrições no CPF, segundo dados da CNDL e do SPC