Economia

Cobrança extra na conta de energia deve ser eliminada em abril

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou na última quinta-feira (25), que a cobrança extra na conta de luz deve deixar de vir a partir do mês de abril. De acordo com Braga, a conta vai passar a ter bandeira verde. [Leia mais...]

[Cobrança extra na conta de energia deve ser eliminada em abril]
Foto : Reprodução/Blog Resenha Geral

Por Gabriel Nascimento no dia 26 de Fevereiro de 2016 ⋅ 06:24

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou na última quinta-feira (25), que a cobrança extra na conta de luz deve deixar de vir a partir do mês de abril. De acordo com Braga, a conta vai passar a ter bandeira verde. A medida deve gerar redução de 6 a 6,5 pontos percentuais nas tarifas de energia, estima o governo.

O valor da conta pode cair já no próximo mês. Segundo o ministro, em março, a bandeira amarela começa a vigorar, que representa um acréscimo de R$ 1,50 a cada 100 kW/h consumidos. Em fevereiro, a conta de luz estava com um adicional de R$ 3 para cada R$ 100 kW/h.

O ministro afirmou ainda que o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico decidiu nesta quinta (25), em reunião extraordinária, que serão desligadas mais 15 usinas térmicas por conta da melhora nos reservatórios das hidrelétricas. Isso deve reduzir os custos para as geradoras de energia. O desligamento das térmicas deve gerar uma economia de R$ 8 bilhões para o governo, segundo cálculos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

Notícias relacionadas

[Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe]
Economia

Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Economia

Em 2018, o Índice de Locação Residencial acumulou alta de 2,33% – abaixo da inflação do período, de 3,75%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, calculado...

[Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018]
Economia

Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Janeiro de 2019 ⋅ 22:00 em Economia

Cerca de 62,6 milhões de brasileiros fecharam o ano com alguma conta em atraso e restrições no CPF, segundo dados da CNDL e do SPC