Economia

Salário mínimo sofre reajuste abaixo do previsto por Temer; R$ 937 em 2017

Nesta quinta-feira (29), o presidente Michel Temer assinou decreto que reajusta o salário mínimo de R$ 880 para R$ 937 a partir de 1º de janeiro de 2017. De acordo com a Casa Civil, o novo salário mínimo deve ser publicado nesta sexta (30) no Diário Oficial da União. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 29 de Dezembro de 2016 ⋅ 18:33

Nesta quinta-feira (29), o presidente Michel Temer assinou decreto que reajusta o salário mínimo de R$ 880 para R$ 937 a partir de 1º de janeiro de 2017. De acordo com a Casa Civil, o novo salário mínimo deve ser publicado nesta sexta (30) no Diário Oficial da União.

No entanto, o valor do reajuste é menor do que o previsto em agosto pelo Governo Federal no valor de R$ 945,8. Inclusive, no último dia 15, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento de 2017 prevendo o reajuste do salário mínimo para R$ 945,8.

Para cálculo do reajuste do salário mínimo é necessário somar a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior ao resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Com o recuo do PIB de 3,8% em 2015 – ano que serve de parâmetro para o cálculo de 2017 – a correção do mínimo no ano que vem levará em conta, pela fórmula adotada, somente o valor da inflação deste ano. Desta forma, não haverá alta real (acima da inflação) do salário mínimo no ano que vem.

A justificativa da redução do valor estimado em agosto deste ano é a de que, à época, o governo previa que o mínimo no ano que vem seria maior, de R$ 945,80. Como as estimativas para a inflação deste ano caíram, o valor final acabou reduzido.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Aeroporto de Salvador só tem combustível para mais cinco dias]
EconomiaGREVE DOS CAMINHONEIROS

Aeroporto de Salvador só tem combustível para mais cinco dias

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 24 de Maio de 2018 ⋅ 10:01 em Economia

De acordo com a Vinci Airports, o prazo de até sete dias é padrão e o abastecimento está regularizado; o terminal da capital baiana opera normalmente