Economia

Conta de luz pode aumentar em até 8% por causa de um novo imposto

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira (25) que vai realizar uma audiência pública sobre a metodologia de cálculo e cobrança da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), encargo cobrado nas contas de luz de indústrias. A novidade é que esse imposto deverá ser cobrado também aos consumidores, conforme uma decisão judicial solicitada por empresários. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Ag. Brasil

Por Bárbara Gomes no dia 25 de Agosto de 2015 ⋅ 16:01

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira (25) que vai realizar uma audiência pública sobre a metodologia de cálculo e cobrança da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), encargo cobrado nas contas de luz de indústrias. A novidade é que esse imposto deverá ser cobrado também aos consumidores, conforme uma decisão judicial solicitada por empresários.

Caso a ação seja aceita, haverá um aumento de até 8% nas contas de luz. Para debater essa questão, a Aneel vai realizar a audiência pública para definir uma nova forma de cálculo para o encargo. Segundo publicação do G1, a ação foi movida pela Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), que acusou ser ilegal o sistema de cobrança vigente. 

Segundo a Anaeel, com a mudança na cobrança do imposto, quase  R$ 2 bilhões precisam ser arrecadados dos consumidores residenciais. O que exige o reajuste na tarifa da conta de luz cobrada atualmente.

Notícias relacionadas

[Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe]
Economia

Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018, aponta Fipe

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Economia

Em 2018, o Índice de Locação Residencial acumulou alta de 2,33% – abaixo da inflação do período, de 3,75%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, calculado...

[Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018]
Economia

Inadimplência no país cresce 4,41% em 2018

Por Juliana Rodrigues no dia 15 de Janeiro de 2019 ⋅ 22:00 em Economia

Cerca de 62,6 milhões de brasileiros fecharam o ano com alguma conta em atraso e restrições no CPF, segundo dados da CNDL e do SPC