Economia

Com dívidas de R$ 4,2 bi, JBS anuncia adesão ao Refis e deve economizar R$ 1,1 bilhão

Visando regularizar os débitos que têm com a União, a JBS anunciou nesta terça-feira (7) que aderiu ao Programa de Parcelamento Fiscal (Refis). As dívidas passam de R$ 4,2 bilhões e incluem as reduções previstas. [Leia mais...]

[Com dívidas de R$ 4,2 bi, JBS anuncia adesão ao Refis e deve economizar R$ 1,1 bilhão ]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 07 de Novembro de 2017 ⋅ 10:16

Visando regularizar os débitos que têm com a União, a JBS anunciou nesta terça-feira (7) que aderiu ao Programa de Parcelamento Fiscal (Refis). As dívidas passam de R$ 4,2 bilhões e incluem as reduções previstas. Uma parte de R$ 1,1 bilhão dos débitos (20% do valor bruto) será paga em parcelas mensais até dezembro de 2017. Já as dívidas na Receita Federal devem ser quitadas à vista, através de créditos tributários, no valor de R$ 1,6 bilhão.

As dívidas de competência da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional serão quitadas em 145 parcelas mensais e sucessivas, a partir de janeiro de 2018, totalizando R$ 1,5 bilhão. Estima-se que, com a adesão ao Refis, a empresa conseguiu economizar cerca de R$ 1,1 bilhão. Ela obteve reduções de 80% dos juros de mora, 50% das multas de mora e de ofício e 100% dos encargos legais. Os valores parcelados serão atualizados pela taxa básica de juros (Selic).

Por conta da negociação das dívidas dentro do Refis, a JBS contabilizou uma perda de R$ 2,3 bilhões em seu lucro líquido do terceiro trimestre. Esse valor já inclui reduções concedidas pelo programa e provisões constituídas anteriormente.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Produção de petróleo no país cai 1,5% em junho]
Economia

Produção de petróleo no país cai 1,5% em junho

Por Clara Rellstab no dia 17 de Julho de 2018 ⋅ 14:20 em Economia

De acordo com a Petrobras, a redução foi causada pela parada para manutenção da Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência, em Paraty

[Vendas do varejo caem 0,6% em maio, diz IBGE]
Economia

Vendas do varejo caem 0,6% em maio, diz IBGE

Por Clara Rellstab no dia 12 de Julho de 2018 ⋅ 17:20 em Economia

Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 2,7% em relação a maio de 2017 – foi a 14ª taxa positiva seguida