Economia

BNDES avisa não ter dinheiro para atender todos os pedidos da União

Segundo o diretor da área Financeira e Internacional da instituição, Carlos Thadeu de Freitas, o Tesouro quer a devolução integral de R$ 130 bilhões para neste ano cumprir a chamada "regra de ouro". [Leia mais...]

[BNDES avisa não ter dinheiro para atender todos os pedidos da União]
Foto : Reprodução/ Fotos Públicas

Por Metro1 no dia 12 de Janeiro de 2018 ⋅ 10:10

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social tem R$ 130 bilhões devolver ao governo neste ano. Se tiver que devolver mais do que isso, a capacidade de o BNDES emprestar ficaria comprometida.

Segundo o diretor da área Financeira e Internacional da instituição, Carlos Thadeu de Freitas, o Tesouro quer a devolução integral de R$ 130 bilhões para neste ano cumprir a chamada "regra de ouro".
 
O problema é que o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) também quer a devolução de outros R$ 20 bilhões para arcar com o seguro-desemprego e o abono salarial. O PIS/Pasep, que também tem como objetivo financiar o seguro-desemprego e o abono, pode demandar mais R$ 36 bilhões.

À Folha de S. Paulo, Freitas afirmou que o banco tem condições de devolver os R$ 130 bilhões ao Tesouro no segundo semestre, mas que isso só será feito sob duas condições: que os desembolsos não passem de R$ 90 bilhões e que não haja a necessidade devolver recursos ao FAT.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Produção de petróleo no país cai 1,5% em junho]
Economia

Produção de petróleo no país cai 1,5% em junho

Por Clara Rellstab no dia 17 de Julho de 2018 ⋅ 14:20 em Economia

De acordo com a Petrobras, a redução foi causada pela parada para manutenção da Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência, em Paraty

[Vendas do varejo caem 0,6% em maio, diz IBGE]
Economia

Vendas do varejo caem 0,6% em maio, diz IBGE

Por Clara Rellstab no dia 12 de Julho de 2018 ⋅ 17:20 em Economia

Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 2,7% em relação a maio de 2017 – foi a 14ª taxa positiva seguida