Economia

Produção de minério da Vale é reduzida em 4,9% no 1º tri

A decisão de reduzir a produção de produtos de menor qualidade e a chuvas intensas fizeram a produção de minério de ferro da Vale cair 4,9% no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2017, para 81,95 milhões de toneladas, devido principalmente à decisão de reduzir a produção de produtos de menor qualidade e a chuvas intensas, informou a empresa hoje. [Leia mais...]

[Produção de minério da Vale é reduzida em 4,9% no 1º tri]
Foto : Divulgação/ Governo Federal

Por Matheus Morais no dia 16 de Abril de 2018 ⋅ 12:50

A decisão de reduzir a produção de produtos de menor qualidade e a chuvas intensas fizeram a produção de minério de ferro da Vale cair 4,9% no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2017, para 81,95 milhões de toneladas, devido principalmente à decisão de reduzir a produção de produtos de menor qualidade e a chuvas intensas, informou a empresa hoje. Na comparação com o quarto trimestre de 2017, a produção caiu 12,2%.

Entretanto, segundo a Vale, as vendas da commodity cresceram 9% nos primeiros três meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado, para 71,221 milhões de toneladas. Com isso, os volumes de venda de minério de ferro e pelotas atingiram um recorde de 84,3 milhões de toneladas para um primeiro trimestre, alta de 6,4 milhões de toneladas ante o mesmo período do ano passado.

A alta das vendas, segundo a Vale, aconteceu como resultado da flexibilidade e gestão ativa da cadeia de logística, que contribuiu para a realização de preço e margem.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Atividade econômica cresce 0,46% em abril]
Economia

Atividade econômica cresce 0,46% em abril

Por Metro1 no dia 15 de Junho de 2018 ⋅ 12:40 em Economia

O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos

[PIB do país pode patinar em 1,3%, diz jornal]
Economia

PIB do país pode patinar em 1,3%, diz jornal

Por Metro1 no dia 11 de Junho de 2018 ⋅ 13:40 em Economia

Segundo o Estadão, a tendência será confirmada caso a trajetória atual das contas do governo permanecer inalterada e nenhuma nova reforma fiscal for aprovada