Economia

Comércio deve abrir mais de 72 mil vagas temporárias para o Natal

Os maiores volumes de contratações irão ocorrer nos ramos de vestuário (47,9 mil vagas), supermercados (11,5 mil) e artigos de uso pessoal e doméstico (8,8 mil)

[Comércio deve abrir mais de 72 mil vagas temporárias para o Natal]
Foto : Thiago Gomes/Agência Pará

Por Matheus Simoni no dia 18 de Setembro de 2018 ⋅ 13:20

O comércio varejista de todo o país tem previsão de abrir 72,7 mil vagas temporárias para atender ao aumento das vendas de fim de ano. Segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, o índice aponta uma queda de 1,7% em relação ao ano passado, quando foram gerados 73,9 mil postos de trabalho temporários.

No estudo, divulgado pelo CNC, os maiores volumes de contratações irão ocorrer nos ramos de vestuário (47,9 mil vagas), supermercados (11,5 mil) e artigos de uso pessoal e doméstico (8,8 mil). 

A entidade ainda prevê que este ano 19,8% dos contratados em regime temporário serão efetivados nos meses seguintes ao Natal. No ano passado, o porcentual foi de 23,1%. “Antes da crise, mais de 20% das vagas eram preenchidas até outubro. Nos três últimos anos, esse percentual não passou dos 15%”, afirma Fabio Bentes, chefe da Divisão Econômica da CNC.

Notícias relacionadas

[Boeing suspende entregas do 737 MAX]
Economia

Boeing suspende entregas do 737 MAX

Por Kamille Martinho no dia 15 de Março de 2019 ⋅ 17:20 em Economia

O porta-voz da companhia AFP também descartou a possibilidade de reduzir o ritmo de produção do modelo