Economia

Diferença salarial diminui, mas mulheres ainda ganham menos que homens

Em média, remuneração masculina é 17% maior do que a feminina

[Diferença salarial diminui, mas mulheres ainda ganham menos que homens]
Foto : Marcos Santos/USP Imagens

Por Juliana Rodrigues no dia 29 de Setembro de 2018 ⋅ 11:30

O salário médio das mulheres no Brasil apresentou crescimento em 2017, quando comparado com o ano anterior, mas ainda é menor do que o dos homens. De acordo com dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada ontem (28) pelo Ministério do Trabalho, a remuneração média feminina fechou o ano passado em R$ 2.708, enquanto a masculina ficou em R$ 3.181. A diferença média é de 17,4%.

Em 2017, a remuneração feminina representava 85,1% do valor da masculina. De acordo com a pesquisa, a discrepância entre gêneros diminuiu ao longo dos anos: em 2016, o salário médio das mulheres correspondia a 84,3% do pagamento aos homens, e em 2015, representava 83,4%. 

No geral, em comparação com 2016, as remunerações de homens e mulheres tiveram variação positiva: 2,6% e 1,8%, respectivamente. 

Notícias relacionadas

[Boeing suspende entregas do 737 MAX]
Economia

Boeing suspende entregas do 737 MAX

Por Kamille Martinho no dia 15 de Março de 2019 ⋅ 17:20 em Economia

O porta-voz da companhia AFP também descartou a possibilidade de reduzir o ritmo de produção do modelo