Editorial

‘Qual o custo de uma viagem dessa?’, diz MK sobre representantes na canonização de Irmã Dulce; ouça

Mário Kertész afirmou que as comitivas significam um gasto excessivo para os cofres públicos

[‘Qual o custo de uma viagem dessa?’, diz MK sobre representantes na canonização de Irmã Dulce; ouça]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Metro1 no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 15:59

Mário Kertész comentou hoje (11), na Rádio Metrópole, sobre a canonização da baiana Irmã Dulce e as comitivas de políticos brasileiros que foram à Itália para a cerimônia. Para MK, a quantidade de representantes que viajou significa um gasto excessivo para os cofres públicos.

“No momento em que o brasileiro está vivendo essa dificuldade toda, é importante que ela seja homenageada por nós brasileiros, que seja motivo de orgulho, especialmente para os baianos. No entanto, quando eu vejo a comitiva que se desloca para Roma [com dinheiro público] para participar dessa cerimônia, eu penso que algo está errado. Quanto será gasto com aviões, hoteis, restaurantes e servidores? Eu fico alarmado, qual o custo de uma viagem dessa para um país que está nessa situação, com uma fila diária imensa no Simm para emprego?”, ponderou MK. 

Kertész ainda criticou a forma como o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem coordenado as questões nacionais que são de responsabilidade da pasta. Segundo ele, a ingestão tende a recair sobre os funcionários públicos. 

“Vai sobrar para o funcionário público federal. [Guedes] Queria CPMF, não vai ter. A reforma da Previdência ele queria de forma mais dura e abrangente, não conseguiu. O que vai restar? vai ter que criar um outro imposto, cortar investimento e ir em cima do funcionalismo público”, criticou MK. 

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas