Esportes

Werdum finaliza Velasquez, e Brasil volta a ter três cinturões no UFC

De demitido a campeão em sete anos. Fabricio Werdum coroou na madrugada deste domingo (14) uma das histórias mais interessantes do MMA. Com uma finalização no terceiro round diante de Cain Velasquez, o brasileiro unificou os cinturões dos pesados - até então era o detentor interino - e se tornou o terceiro brasileiro atualmente com o título do UFC. [Leia mais...]

[Werdum finaliza Velasquez, e Brasil volta a ter três cinturões no UFC]
Foto : Reprodução/Getty Imagens

Por Felipe Paranhos no dia 14 de Junho de 2015 ⋅ 02:31

De demitido a campeão em sete anos. Fabricio Werdum coroou na madrugada deste domingo (14) uma das histórias mais interessantes do MMA. Com uma finalização no terceiro round diante de Cain Velasquez, o brasileiro unificou os cinturões dos pesados - até então era o detentor interino - e se tornou o terceiro brasileiro atualmente com o título do UFC. Werdum começou morno, sucumbindo ao ímpeto inicial do americano, que usava a pressão contra a grade como forma de minar o condicionamento físico de Fabricio. Mas, na altitude da Cidade do México, logo os dois anos de inatividade de Cain cobraram seu preço.

No segundo round, muito mais cansado, Velasquez foi surpreendido várias vezes pela variedade dos golpes do brasileiro. Com a luta empatada e o gás acabando, Cain tentou usar as suas habilidades na luta olímpica e conseguiu uma queda. Enquanto caía em desvantagem, porém, Werdum conseguiu laçar o pescoço de Velasquez numa guilhotina muito bem executada. Antes mesmo de o americano bater em desistência, Fabricio já sorria, pois sabia que o adversário não teria como sair dali.

Agora campeão, Werdum deve defender seu título justamente contra aquele que o venceu e, assim, assinou sua carta de demissão do evento em 2008: Junior Cigano. Além de Fabricio, outros dois brasileiros são campeões no UFC: José Aldo, no peso pena, e Rafael dos Anjos, no leve.

Comentarios

Notícias relacionadas