Esportes

Vitória mantém interesse em renovar com Gatito, Pedro Ken e Diogo Mateus

O Vitória segue negociando com três jogadores do elenco de 2015 para a temporada deste ano. O goleiro Gatito Fernandez, o lateral-direito Diogo Mateus e o meia Pedro Ken estão em processo de renovação com o rubro-negro, mas ainda não confirmaram a permanência no clube.

[Vitória mantém interesse em renovar com Gatito, Pedro Ken e Diogo Mateus]
Foto : Reprodução / Bahia no Ar

Por Pedro Sento Sé no dia 07 de Janeiro de 2016 ⋅ 08:40

O Vitória segue negociando com três jogadores do elenco de 2015 para a temporada deste ano. O goleiro Gatito Fernandez, o lateral-direito Diogo Mateus e o meia Pedro Ken estão em processo de renovação com o rubro-negro, mas ainda não confirmaram a permanência no clube.

A renovação com Gatito Fernandez já segue há algum tempo. O goleiro, que terminou a Série B como titular, diz que tem vontade em permanecer. O Vitória também quer que ele fique, mas na primeira proposta apresentada, reduziu o salário do jogador, que rejeitou. Outras propostas já foram feitas e agora o clube aguarda uma resposta do goleiro, “seja ela negativa ou positiva”, afirmou o diretor de futebol Anderson Barros em coletiva no Barradão.

No caso de Diogo Mateus, o Vitória busca renovar o empréstimo junto ao Internacional. O interesse na renovação é mútuo, mas segundo o diretor, "há um interesse em continuar, mas precisamos encontrar um equilíbrio entre o clube e um atleta para o desfecho”, afirmou.

Com relação a Pedro Ken, o contrato do jogador com o Cruzeiro, clube que dividia os salários com o Vitória, terminou e ele agora é um atleta livre. Agora, o rubro-negro e o atleta precisam encontrar um denominador comum para que a renovação seja concretizada. "Às vezes existem termos que não se acertam”, concluiu.

 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Tite diz que daria pênalti em Neymar]
EsportesCOPA DO MUNDO

Tite diz que daria pênalti em Neymar

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2018 ⋅ 18:00 em Esportes

Juiz holandês Bjöm Kluipers apontou infração no brasileiro, mas anulou após entender que o atacante simulou um agarrão do adversário