Esportes

Neymar vai depor nesta terça em Madri sobre acusação de sonegação fiscal

A acusação é de que 40% do valor total da transferência de Neymar para o Barcelona pertencia a DIS, empresa que tinha direitos sobre o jogador. A empresa afirma que recebeu apenas a parte equivalente aos 17,1 milhões de euros que o clube disse ter recebido pelo atacante, quando a contratação teria custado aproximadamente 83,3 milhões de euros.

[Neymar vai depor nesta terça em Madri sobre acusação de sonegação fiscal]
Foto : Reprodução / Goal.com

Por Pedro Sento Sé no dia 01 de Fevereiro de 2016 ⋅ 08:43

Neymar irá depor na terça-feira em Madri, sobre as acusações de fraude e sonegação fiscal que vem sendo acusado desde que se transferiu do Santos para o Barcelona em 2013. Para o jogador e seu pai, chegou a hora de dar um ponto final nessa história. 

"A gente quer dar um basta nisso. Chega disso. Esse procurador, se está procurando holofotes, vai conseguir. A gente vai dar um basta nessa questão. Vamos esclarecer definitivamente isso. Eu queria que a justiça desse conta, mas a gente já está cansado e quer esclarecer o mais rápido possível", falou Neymar pai em entrevista à TV Globo e publicada no ESPN.com

"Não tem nada contra a gente. O juiz vai empreitar uma instrução pra saber os fatos do que aconteceu com a transferência do Neymar. Se a gente cometeu um erro, não tem problema nenhum, mas acusar de sonegação fiscal já passou do limite", acrescentou.

Para o jogador, ele queria se manter à parte de tudo isso, porém chegou um momento em que ele precisa defender sua família. "Quando começa a afetar a família, atrapalha um pouco, mas eu sou um cara que Deus me deu o dom de ser um pouco mais focado no que eu amo fazer, que é jogar futebol. Eu foco só no que eu tenho que fazer", disse Neymar. 

A acusação é de que 40% do valor total da transferência de Neymar para o Barcelona pertencia a DIS, empresa que tinha direitos sobre o jogador. A empresa afirma que recebeu apenas a parte equivalente aos 17,1 milhões de euros que o clube disse ter recebido pelo atacante, quando a contratação teria custado aproximadamente 83,3 milhões de euros.

Comentarios

Notícias relacionadas