Esportes

Técnico expulso sobe no telhado do estádio e continua trabalhando; entenda

O uruguaio Sérgio Ramirez, que comando o Guarani de Palhoça, foi expulso durante a partida com o Figueirense. Como não poderia ficar no banco, ele entao subiu em um telhado que cobria as arquibancadas do Estádio Renato Silveira e utilizando um cone, continuou passando informações para os seus jogadores.

[Técnico expulso sobe no telhado do estádio e continua trabalhando; entenda]
Foto : Reprodução / SporTV

Por Pedro Sento Sé no dia 11 de Fevereiro de 2016 ⋅ 10:08

Os campeonatos estaduais são um celeiros de situações inusitadas. No catarinense, um técnico que havia sido expulso, arranjou um maneira curiosa de continuar passando informações para o seu time fora do gramado.

O uruguaio Sérgio Ramirez, que comando o Guarani de Palhoça, foi expulso durante a partida com o Figueirense. Como não poderia ficar no banco, ele entao subiu em um telhado que cobria as arquibancadas do Estádio Renato Silveira e utilizando um cone, continuou passando informações para os seus jogadores.

 E tudo isso deu certo, porque no fim, o Guarani conseguiu empatar o jogo em 2x2. No fim da partida, quando perguntado sobre toda a situação ele, com bom humor, afirmou que pode até mudar o seu ponto de trabalho durante os jogos. “Fico lá em cima, e aí não sou expulso. Fico tranquilo lá, não atrapalho ninguém. Fico tipo um drone”.

Notícias relacionadas