Esportes

"Torcedor tem que estar motivado para se associar", diz diretor do Vitória

O diretor de marketing do Vitória, Paulo Verardi, explicou durante o “Papo com Tillé”, as dificuldades que o clube enfrenta para captar recursos e para fazer o torcedor aderir aos planos do Sou Mais Vitória. Atualmente o Vitória tem um quadro de mais de 10 mil sócios ativos. “O orgulho de pertencimento é o que o torcedor tem que usufruir”, emendou.

[
Foto : Reprodução / Futebol Bahiano

Por Pedro Sento Sé no dia 25 de Fevereiro de 2016 ⋅ 09:54

“O Vitória enfrenta duas principais dificuldades, que não é exclusiva nossa, para captar patrocínios. A primeira é o momento que o país vive, onde existe uma retração de recursos e outra é histórica. A de não fazer parte do eixo Rio-São Paulo, onde se concentra aproximadamente 60% da economia brasileira”, disse o diretor de marketing do Vitória, Paulo Verardi durante o “Papo com Tillé”, com Antônio Tillemont na Rádio Metrópole, nesta quarta-feira.

Ele explicou que por conta dessas dificuldades, o clube tem que driblar esses obstáculos com oportunidades que surjam, principalmente na questão dos sócios. Atualmente o Vitória tem três planos dentro do “Sou Mais Vitória”: o Bronze, Prata e o Ouro.

“Nenhum clube no Brasil tem esse valor de mensalidades”, bradou Verardi. No plano Bronze, o torcedor paga R$ 25,00 mensais e tem direito a 50% de desconto no ingresso. No Prata, a mensalidade é de R$ 50,00 e o Ouro de R$ 100,00 para ter acesso aos jogos do rubro-negro. “Você acaba assistindo a todos os jogos e economizando mais do que a mensalidade em si”, justificou. 

O diretor no entanto ainda enalteceu que novas ações e promoções serão feitas para justificar a associação, como a renovação automática que será implementada. Atualmente o Vitória tem um quadro de mais de 10 mil sócios ativos. “O orgulho de pertencimento é o que o torcedor tem que usufruir”, emendou.

Um grande pedido do torcedor do Vitória é que a associação permita o voto direto para presidente, mas essa mudança ainda não foi confirmada no clube, pois precisa de uma mudança no estatuto. Na visão de Verardi, ele sabe da influência que isso teria no nível de associações, mas não vê como determinante.

“Se eu disser que não influencia, eu não estou sendo sincero. Mas nós temos que trabalhar e nos adequar para elaborar ações de marketing dentro do que é regido pelo estatuto. Ele precisa se sentir motivado, e na questão de votar ou não, não vejo como um mecanismo de diferenciação, até porque tem outros pontos interessantes para fazer o torcedor aderir ao quadro de sócios do clube”, finalizou.

Notícias relacionadas

[Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro]
Esportes

Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro

Por Juliana Almirante no dia 19 de Abril de 2019 ⋅ 13:30 em Esportes

Candidato à presidência do Vitória também disse que pretende se reunir com o consórcio que administra a Fonte Nova para garantir os direitos do clube sobre o estádio

[Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas]
Esportes

Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas

Por Matheus Simoni no dia 12 de Abril de 2019 ⋅ 13:40 em Esportes

Jogadores treinarão à parte, a partir da próxima segunda-feira (15), num grupo especial, em horário oposto ao elenco principal