Esportes

Sul-africano Tokyo Sexwale retira candidatura a presidência da Fifa

Agora restam na disputa ao posto presidido por Joseph Blatter há 18 anos, o príncipe Ali Bin Al-Hussein da Jordânia, o xeque Salman Ibrahim Al-Khalifa do Bahrein, o diplomata francês Jérôme Champagne e o suíço Gianni Infatino, ex-secretário-geral da Fifa.

[Sul-africano Tokyo Sexwale retira candidatura a presidência da Fifa]
Foto : Reprodução / Getty Images

Por Pedro Sento Sé no dia 26 de Fevereiro de 2016 ⋅ 11:11

Sem garantir a apoio a nenhum dos candidatos, o sul-africano Tokyo Sexwale retirou sua candidatura a presidente da Fifa. Em discurso realizado na manhã desta sexta-feira em Zurique, na Suiça, ele explicou os motivos da sua saída e afirmou estar “pronto para serviu o meu próximo presidente”.

Agora restam na disputa ao posto presidido por Joseph Blatter há 18 anos, o príncipe Ali Bin Al-Hussein da Jordânia, o xeque Salman Ibrahim Al-Khalifa do Bahrein, o diplomata francês Jérôme Champagne e o suíço Gianni Infatino, ex-secretário-geral da Fifa.

 

 

Notícias relacionadas