Esportes

"Meu nome era o primeiro da lista de dispensa em 2014", diz Fernando Miguel

O goleiro do Vitória durante o Papo com Tillé relembrou o início da sua passagem pelo Vitória e hoje, com uma relação tão forte com o clube, fez uma revelação. “Meu sonho hoje é ficar no Vitória. Vejo o clube evoluindo, sonhando e quero viver esses sonhos aqui, de coração. Quero encerrar a carreira aqui no Vitória”.

[
Foto : Divulgação / Vitória - Francisco Galvão

Por Pedro Sento Sé no dia 01 de Março de 2016 ⋅ 10:19

Se Fernando Miguel hoje é titular e um dos grandes ídolos da torcida rubro-negra, o torcedor do Vitória tem que agradecer à Anderson Barros. Foi o diretor do clube que viu uma atuação do goleiro e que o segurou no clube no início de 2015.

“O primeiro nome da dispensa era o meu em 2014. Porém em um clássico com o Bahia pela Copa Governador do Estado em Pituaçu, o Anderson Barros me viu e quando ele chegou no Vitória, ele me segurou”, disse Fernando Miguel durante o programa Papo com Tillé com Antônio Tillemont na Rádio Metrópole.

No início do ano passado, com as lesões de Wilson e Gatito, ficou a dúvida entre ele e Gustavo, pra quem teria uma chance no gol do Vitória. “Ai o Ricardo Drubsky optou por mim, fui bem e me firmei mesmo no BA x VI do 1x1 no Barradão”, relembrou.

Só que antes disso tudo, quando ainda era a terceira opção para o gol do Vitória, Fernando Miguel conta que chegou a treinar com a divisão de base. “Vinha feliz da vida, de coração aberto, por conta da atenção que me davam. Passeava pelo clube, para conhecer cada canto do Barradão e ai fui me identificando”, contou. 

O jogador criou uma relação tão forte com o Vitória que fez uma revelação. “Meu sonho hoje é ficar no Vitória. Vejo o clube evoluindo, sonhando e quero viver esses sonhos aqui, de coração. Quero encerrar a carreira aqui no Vitória”, finalizou.

Notícias relacionadas

[Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro]
Esportes

Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro

Por Juliana Almirante no dia 19 de Abril de 2019 ⋅ 13:30 em Esportes

Candidato à presidência do Vitória também disse que pretende se reunir com o consórcio que administra a Fonte Nova para garantir os direitos do clube sobre o estádio