Esportes

Atletas dos EUA decidirão sobre vinda para a Rio-2016 devido ao zika vírus

"Vai depender de cada atleta individualmente tomar esta decisão. Nós não queremos nos envolver no negócio de policiar a saúde", declarou o chefe-executivo da USOC, Scott Blackmun. Ele ainda disse que o comitê está atento aos perigos da doença e acompanhando o que o Brasil está fazendo para solucionar os casos de zika vírus [Leia mais...]

[Atletas dos EUA decidirão sobre vinda para a Rio-2016 devido ao zika vírus]
Foto : Reprodução / Lance! - Vanderlei Almeida/AFP

Por Pedro Sento Sé no dia 08 de Março de 2016 ⋅ 10:50

Faltando poucos meses para o início das Olimpíadas no Rio de Janeiro, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) divulgou uma declaração sobre o temor da delegação americana com o vírus zika no Brasil. O comitê afirmou que a participação nos jogos estará a cargo de cada atleta convocado.

"Vai depender de cada atleta individualmente tomar esta decisão. Nós não queremos nos envolver no negócio de policiar a saúde", declarou o chefe-executivo da USOC, Scott Blackmun. Ele ainda disse que o comitê está atento aos perigos da doença e acompanhando o que o Brasil está fazendo para solucionar os casos de zika vírus.

A declaração foi motivada pela desconfiança de alguns atletas em disputarem os Jogos por conta do risco da doença. A goleira do time feminino de futebol, Hope Solo, afirmou que "provavelmente não iria ao Brasil se as coisas ficarem como estão".

O ainda dirigente fez questão de explicar que o papel dos Estados Unidos neste caso é limitado. "Eu acho que precisamos reconhecer qual é o nosso papel. Nós somos um dos 200 países que participará dos Jogos Olímpicos. Por definição, você precisa ter alguém no controle do projeto geral.

Notícias relacionadas