Esportes

Justiça do Pará emite mandado de condução coercitiva para presidente da CBF

Ele será ouvido pela CPI do Futebol no Distrito Federal a pedido do senador Romário (PSB-RJ) junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília. O presidente já era pra ter prestado depoimento na semana passada, porém não compareceu a CPI. Desta vez, em nota, a CBF garante a presença do presidente. [Leia mais...]

[Justiça do Pará emite mandado de condução coercitiva para presidente da CBF]
Foto : Reprodução / Gazeta Esportiva -Lucas Figueiredo/Mowa Press

Por Pedro Sento Sé no dia 09 de Março de 2016 ⋅ 08:30

A Justiça Federal do Pará expediu um mandado de condução coercitiva - quando o depoimento é obrigatório - para o atual presidente da CBF, Coronel Antônio Nunes. Ele será ouvido pela CPI do Futebol no Distrito Federal a pedido do senador Romário (PSB-RJ) junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília.

O presidente já era pra ter prestado depoimento na semana passada, porém não compareceu a CPI. Desta vez, em nota, a CBF garante a presença do presidente.

“Oficialmente a CBF não foi ainda notificada da decisão, mas reitera aquilo que foi colocado em nota oficial, no site da entidade, no dia 2 de março, de que seu presidente irá espontaneamente à sessão do dia 16 de março”.

O presidente vai prestar esclarecimentos sobre contratos da CBF com federações estaduais de futebol. Nos últimos meses, Coronel Nunes aumentou o salário dos presidentes das federações de R$ 15 mil para R$ 20 mil. 

 

Notícias relacionadas

[Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas]
Esportes

Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas

Por Matheus Simoni no dia 12 de Abril de 2019 ⋅ 13:40 em Esportes

Jogadores treinarão à parte, a partir da próxima segunda-feira (15), num grupo especial, em horário oposto ao elenco principal