Esportes

Confederação de Desportos Aquáticos aprova piscina do Centro Olímpico da Bahia

A piscina do Centro Olímpico de Natação da Bahia foi aprovada para competições de natação, nado sincronizado e pólo aquático, após inspeção da Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA) e da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). No próximo dia 28 de março, a piscina do complexo será inaugurada recebendo a Seleção Brasileira de Nado Sincronizado para apresentações em equipe, dupla feminina e dupla mista. [Leia mais...]

[Confederação de Desportos Aquáticos aprova piscina do Centro Olímpico da Bahia ]
Foto : Elói Corrêa/GOVBA

Por Stephanie Suerdieck no dia 18 de Março de 2016 ⋅ 13:06

A piscina do Centro Olímpico de Natação da Bahia foi aprovada para competições de natação, nado sincronizado e pólo aquático, após inspeção da Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA) e da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). No próximo dia 28 de março, a piscina do complexo, que segue todos os padrões internacionais, será inaugurada recebendo a Seleção Brasileira de Nado Sincronizado para apresentações em equipe, dupla feminina e dupla mista. Também será realizado um torneio para nadadores mirins, de até 11 anos, promovido pela FBDA.

De acordo com o governo do Estado, foram investidos cerca de R$ 15 milhões nas obras do complexo, localizado na Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô). Cobrança antiga da Rádio Metrópole, a estrutura, que será entregue depois de diversos prazos adiados, vai atender tanto a atletas de alta performance como a projetos de inserção social. Ainda segundo o governo, o alto padrão da piscina chamou a atenção das seleções de natação da Itália e da Turquia que demonstraram interesse em treinar em Salvador para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. “Nossa piscina olímpica está avaliada entre as cinco melhores do país. Ela se compara a do Parque Aquático Maria Lenk, construída no Rio de Janeiro para os Jogos Panamericanos”, destaca o secretário de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes.

Além de garantir as condições para a Bahia sediar importantes competições aquáticas nacionais e internacionais, o Complexo Olímpico da Bahia vai funcionar como estrutura de apoio para treinamento de atletas de alta performance como Allan do Carmo, campeão mundial de maratona aquática em 2014 e os paratletas Verônica Almeida e Leonardo Curvello. Segundo Álvaro Gomes, a estrutura do complexo terá um importante papel para inclusão social de jovens e crianças através do incentivo à prática de esportes para jovens que participam de programas e projetos ligados ao governo, como o Pacto pela Vida. O secretário explicou também que, até finalização de todo seu projeto, o complexo funcionará com estruturas provisórias, a exemplo de arquibancadas, vestiários e instalações administrativas.

Notícias relacionadas

[Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro]
Esportes

Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro

Por Juliana Almirante no dia 19 de Abril de 2019 ⋅ 13:30 em Esportes

Candidato à presidência do Vitória também disse que pretende se reunir com o consórcio que administra a Fonte Nova para garantir os direitos do clube sobre o estádio