Esportes

Maxi Biancucchi explica provocação durante gol no Ba-Vi

O atacante Maxi Biancucchi foi bastante vaiado pelos torcedores do Vitória no Ba-Vi, após fazer único gol do Bahia no último sábado (4), no Barradão. Na comemoração, o argentino beijou o escudo do Esquadrão e gesticulou para a torcida com o número dois, fazendo referência às duas estrelas no peito. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Sportv

Por Matheus Simoni no dia 06 de Julho de 2015 ⋅ 19:50

O atacante Maxi Biancucchi foi bastante vaiado pelos torcedores do Vitória no Ba-Vi, após fazer único gol do Bahia no último sábado (4), no Barradão. Na comemoração, o argentino beijou o escudo do Esquadrão e gesticulou para a torcida com o número dois, fazendo referência às duas estrelas no peito.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (6), Maxi afirmou que não provocou os rubro-negros. "Não há nada de provocação, só queria mostrar o escudo do meu time", declarou. O atacante tricolor ainda falou sobre a expulsão do meia Souza durante o Ba-Vi. No lance, Biancucchi recebeu falta de Escudero, o que causou a revolta de Souza, que descontou no meia rubro-negro, causando a expulsão dos dois atletas.

Biancucchi considerou "injusta" a expulsão do jogador do Bahia. "Tinha que dar um cartão amarelo para os dois. O Escudero já tinha e deu aquela pancada, então deveria ser expulso. O juiz fez o mais fácil. Eu falei que a arbitragem está acostumada a apitar para o time da casa. Não é colocando a culpa na arbitragem, sabemos a nossa culpa. Mas acho que foi uma má expulsão. 

Notícias relacionadas