Esportes

Salvador é a única cidade olímpica com ambulantes em entorno de arena

Salvador é a única entre as seis cidades-sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016 a permitir o comércio informal próximo a Arena Fonte Nova, local onde as partidas estão sendo realizadas desde o dia 4 de agosto. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Max Haack/Agecom

Por Luiza Leão no dia 08 de Agosto de 2016 ⋅ 15:01

Salvador é a única entre as seis cidades-sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016 a permitir o comércio informal próximo a Arena Fonte Nova, local onde as partidas estão sendo realizadas desde o dia 4 de agosto. São 200 ambulantes credenciados, acordo realizado entre patrocinadores, organizadores e integrantes dos comitês regionais. 

Os credenciados só poderão vender bebidas como água, refrigerante e cerveja, da marca patrocinadora do evento. Sete baianas de acarajé foram autorizadas a vender as iguarias nos arredores da Fonte Nova. A instalação dos equipamentos deverá acontecer às 8h e a retirada às 22h no dia da realização de cada uma das partidas. Para serem inscritos, não houve pagamento de taxa para os trabalhadores do comércio informal. Cada um dos ambulantes recebeu um kit contendo: ispor para armazenamento de bebidas, sombreiro, colete numerado, boné e crachá de identificação. 

De acordo com o coordenador de Licenciamento e Fiscalização para os Jogos Olímpicos em Salvador, Valmir Gama, da Secretaria Municiapal da Ordem Pública (Semop), os ambulantes já fazem parte da tradição de festas populares na cidade, principalmente os que vendem comidas típicas. Esse foi o motivo de permitir a atuação desses trabalhadores também durante o período olímpico. A inscrição foi realizada online no dia 27 de julho. O critério de seleção foi a ordem de acesso ao site. 

Os jogos de futebol das seleções femininas e masculinas tiveram início na última quinta-feira (4). As demais partidas serão realizadas nos dias 9, 10, 12 e 13 de agosto, na Arena Fonte Nova.

Notícias relacionadas