Esportes

Água verde de piscina não oferece riscos à saúde dos atletas, diz Comitê

A piscina do Parque Aquático Maria Lenk estava com a água esverdeada durante as provas de saltos ornamentais realizadas na última terça-feira (9). O Comitê Rio 2016 informou que o motivo da alteração da cor se deu por uma mudança na alcalinidade da água, mas não causa risco algum à saúde dos atletas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução: Bronic/ Reuters

Por Luiza Leão no dia 10 de Agosto de 2016 ⋅ 18:45

A piscina do Parque Aquático Maria Lenk estava com a água esverdeada durante as provas de saltos ornamentais realizadas na última terça-feira (9). O Comitê Rio 2016 informou que o motivo da alteração da cor se deu por uma mudança na alcalinidade da água, mas não causa risco algum à saúde dos atletas. A coloração causou estranhamento, principalmente por estar localizada ao lado das piscina utilizada para a competição de polo aquático que não teve a cor da água alterada.

“Uma mudança súbita na alcalinidade, foi esta a razão. Níveis de PH estão no padrão exigido. Tratamos as duas piscinas à noite e os níveis de alcalinidade foram melhorados, esperamos que a cor volte ao azul em breve”, informou o diretor executivo de comunicações do Comitê Rio 2016, Mário Andrada, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (10).

Notícias relacionadas

[Bahia faz sondagem por lateral do Paysandu]
Esportes

Bahia faz sondagem por lateral do Paysandu

Por Matheus Simoni no dia 16 de Dezembro de 2018 ⋅ 15:30 em Esportes

Aos 21 anos, o jogador atuou em 2018 pelo time do Pará em 23 partidas pela Série B e 4 pela Copa Verde, conquistada pelo bicolor