Esportes

Hérnia e fracasso olímpico antecipam aposentadoria da saltadora Fabiana Murer

A atleta brasileira Fabiana Murer, campeã mundial em 2011 no salto com vara, anunciou nesta quinta-feira (25), após sua terceira decepção olímpica nos jogos Rio 2016, o fim de sua carreira. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução G1

Por Laura Lorenzo no dia 25 de Agosto de 2016 ⋅ 15:22

A atleta brasileira Fabiana Murer, campeã mundial em 2011 no salto com vara, anunciou nesta quinta-feira (25), após sua terceira decepção olímpica, o fim de sua carreira.

Fabiana explicou, durante evento do principal patrocinador do São Caetano, clube em que treina, que o seu plano era disputar ainda quatro competições na Europa este ano, mas uma hérnia cervical diagnosticada apenas duas semanas antes do início da Olimpíada no Rio fez seus planos mudarem. Agora, com 35 anos, assumirá o cargo de manager institucional da agremiação do ABC paulista. “Eu não compito mais. A Olimpíada foi a minha última competição. Acho que não salto mais. Eu consegui desenvolver uma prova que não tinha tradição nenhuma no Brasil. E agora o mundo sabe que é uma prova forte no Brasil”, afirmou a agora ex-atleta durante o evento. 

Apenas dias antes de divulgar a detecção da hérnia, Fabiana já havia desistido de competir na Diamond League de Londres devido a dores na região.  A atleta garantiu que seria, contudo, capaz de saltar para o Brasil na Olimpíada. Mas o resultado da brasileira na prova foi bem menor que o esperado, o que a desclassificou na fase eliminatória sem nenhum salto completo. 

“Eu sai chateada por não estar na final, mas foi um misto de emoções muito grande, porque eu sabia que era a última Olimpíada da minha carreira e sou feliz por tudo que fiz e conquistei nestes anos todos de trabalho e muita dedicação. Eu consegui muitas medalhas e muitos recordes. Tudo o que eu conquistei é o que fica. Apesar de não ter conseguido algumas coisas, eu saio feliz”, assegurou Fabiana

A esportista, agora como dirigente, será responsável pela relação do São Caetano com as federações e a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Fabiana também vai ajudar nas categorias de base.  “Fico muito feliz de continuar no clube por mais alguns anos contribuindo. O esporte mudou minha vida. Eu nem sabia que o salto com vara fazia parte do atletismo quando eu entrei bem pequena. Era uma prova que não era nada conhecida no Brasil. Quando eu entrei, o (técnico) Elson (Miranda) me pegou para fazer o salto com vara e foi a oportunidade de eu conhecer uma prova diferente”, finalizou. 

As principais conquistas de Fabiana como atleta foram o campeonato mundial em 2011, campeonato mundial indoor 2010, vencedora dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007, vice-campeonato mundia em 2015, bronze no mundial indoor de 2008 e recordista sul-americana no salto com vara (5,87)

Notícias relacionadas

['O Bahia absorveu a Fonte Nova', diz Bellintani]
Esportes

'O Bahia absorveu a Fonte Nova', diz Bellintani

Por Matheus Simoni no dia 17 de Janeiro de 2019 ⋅ 13:00 em Esportes

Em entrevista à Rádio Metrópole hoje (17), durante a Lavagem do Bonfim, o dirigente tricolor declarou que não há indícios de que o tricolor esteja se apropriando do estád...