Esportes

Para Mancini, 'vibração do time' foi fundamental para virada do Vitória

O técnico Vagner Mancini elogiou a postura da equipe do Vitória nesta quinta-feira (25), diante da virada contra o Coritiba pela Copa Sul-Americana. O Rubro-Negro jogou mal no primeiro tempo e chegou a sair de campo vaiado. Na segunda etapa, após alterações, o Leão foi para cima do adversário e apresentou um futebol melhor.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Francisco Galvão/ECV/Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 26 de Agosto de 2016 ⋅ 00:47

O técnico Vagner Mancini elogiou a postura da equipe do Vitória nesta quinta-feira (25), diante da virada contra o Coritiba pela Copa Sul-Americana. O Rubro-Negro jogou mal no primeiro tempo e chegou a sair de campo vaiado. Na segunda etapa, após alterações, o Leão foi para cima do adversário e apresentou um futebol melhor.

Segundo o treinador, a 'vibração' dos atletas foi fundamental para o resultado. "O primeiro tempo foi distante daquilo do que a gente viu diante do Corinthians e distante daquilo que foi no segundo tempo. No segundo tempo não, a equipe foi mais vibrante, soube dominar a partida, fez um bom jogo e em cima disso chegou até a vitória", declarou Mancini. "O que agradou o torcedor foi a vitória. Se eu tivesse feito outras alterações, eles também sairiam satisfeitos porque eles viram um time que se entregou. Foi uma equipe vibrante, que quis a bola e que fez essa bola rodar. Esse é um dos pontos fundamentais quando o Vitória ganha as partidas e isso tem que ser mantido", declarou.

Durante a partida, o treinador comentou a troca do batedor do pênalti durante a partida. No primeiro tempo, Kieza bateu e desperdiçou a cobrança. Na etapa final, em outra oportunidade, Diego Renan, que era o cobrador oficial, bateu e acertou. De forma incisiva e sem muitas palavras, Mancini disse que a questão foi debatida internamente. O assunto foi resolvido no vestiário, tanto é que no segundo tempo o Diego Renan foi lá e bateu o pênalti", disse.

Notícias relacionadas

[Famílias recusam proposta do Flamengo]
Esportes

Famílias recusam proposta do Flamengo

Por Clara Rellstab no dia 22 de Fevereiro de 2019 ⋅ 06:36 em Esportes

Sem precisar números, tanto parentes quanto advogados disseram que a proposta foi pouco superior aos R$ 400 mil e um salário mínimo mensal