Esportes

Rio 2016: documentos indicam que 17 medalhistas usaram algum tipo de doping

A ginasta, Simone Biles, uma das maiores sensações da Olimpíada do Rio de Janeiro e as irmãs Williams do tênis, "fazem parte do grupo de 25 atletas que teve laudos médicos confidenciais vazados nessa semana por hackers chamados de Fancy Bears. Os "Anonymous do doping" invadiram o site da WADA (Agência Mundial Antidoping) e distribuíram documentos chamados de TUE - Exceções de Uso Terapêutico. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por M1 no dia 16 de Setembro de 2016 ⋅ 14:37

A ginasta, Simone Biles, uma das maiores sensações da Olimpíada do Rio de Janeiro e as irmãs Williams do tênis, "fazem parte do grupo de 25 atletas que teve laudos médicos confidenciais vazados nessa semana por hackers chamados de Fancy Bears. Os "Anonymous do doping" invadiram o site da WADA (Agência Mundial Antidoping) e distribuíram documentos chamados de TUE - Exceções de Uso Terapêutico. 

Segundo a públicação um "TUE" é emitido quando um atleta está usando uma substância proibida pelas regras do seu esporte - mas por motivos médicos. Um profissional da WADA analisa os laudos que provam que aquele atleta precisa do remédio proibido e aí aprova ou nega essa autorização especial. 

Segundo a Super, "a acusação dos Fancy Bears é que os TUEs estão sendo usados para justificar o doping de alguns atletas e esconder que eles estariam melhorando sua performance de um jeito injusto - não seria coincidência, então, que 17 dos 25 atletas citados tenham acabado de ganhar medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio.", diz a revista.

"Dos 5 atletas alemães na lista, 3 eram nadadores - e todos estavam tomando remédios indicados para a asma. Um time de natação de elite cheio de asmáticos medicados é um tanto bizarro". afirma a Fancy Bears.

Cinco dos "11 esportistas americanos denunciados pelo Fancy Bears não estavam tomando antiinflamatórios e sim anfetaminas, indicadas para quadros de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Entre eles estava a própria Simone Biles, que se manifestou sobre seu TDAH pelo Twitter e disse tomar Ritalina desde que era criança".

Notícias relacionadas